CONTEÚDO

1/3
“Minha coroa é chamada de conteúdo, uma coroa que raramente os reis disfrutam”

William Shakespare

Há quem pense que a criação de conteúdo se restrinja à produção de textos ou imagens. Ledo engano. Trata-se de uma tarefa mais abrangente e complexa. Conteúdo pode – e deve – ser entendido como um emaranhado de dados que necessariamente passará por um filtro até chegar ao seu destinatário.

É dizer, conteúdo é mais do que palavras, é todo tipo de informação. Em suma: conteúdo é informação. Desse modo e diante de uma rotina cada vez mais conectada, temos a equação da redação/criação web que é um híbrido entre a escrita jornalística + redação publicitária.

Nesse cenário, o que fará a diferença já não é o sobre o que se fala, mas como se fala. Para criar bons conteúdos, por exemplo, é preciso considerar os seguintes fatores, que são indissociáveis:

– Qual é o objetivo da comunicação?: saber o que se pretende com o conteúdo – se engajar, informar ou divertir – é essencial para que ele seja dimensionado e conduzido da maneira correta;

– Por que escrever/criar?: este fator é diretamente ligado ao primeiro, isso porque é preciso ter um porquê, um motivo envolvido na criação;

– Para que serve? E o que eles, os leitores, farão com a sua informação?: os leitores “ganharão” o que com sua publicação? Irão se divertir? Conhecer mais sobre determinado assunto? É um aspecto novo sobre um assunto já de conhecimento comum? Lembre-se de que as pessoas são seres sociáveis e que para apreciar e, principalmente, compartilhar seu conteúdo é preciso que ele o toque de alguma maneira. Em suma, que ele contribua para a imagem que o usuário tem de si ou quer transmitir.

Apenas para ilustrar essa ideia, vale mencionar a Coca-cola, que tem mais de 60 milhões de curtidas em sua página oficial no Facebook, não por acaso. Seus conteúdos são criados com base em comentários e sugestões de seus clientes.

Parece redundante afirmar que o foco do conteúdo é o usuário. Porém, como a tendência é apontar para a necessidade da qualidade do conteúdo, é preciso lembrá-los de que conteúdo de qualidade é aquele bom para os seus leitores, e, claro, que interesse aos motores de busca a cada dia mais exigentes. Isso porque conteúdo de qualidade constrói reputação e, por sua vez, confiança.

Para isso, elabore estratégias que unam todos os setores e tipos de criadores de conteúdo, ou seja, vídeos, imagens, textos para blogs e outras mídias sociais – lembrando que tudo isso deve ser padronizado de acordo com as preferências de seus públicos e de acordo com a imagem que se desejar passar.

CRIATIVIDADE

1/3
"A criatividade penetra o mundano para encontrar o brilhante"

Bill Moyers

A criatividade pode receber várias definições a partir do ponto do vista com que é questionada. Sob o ponto de vista humano, a criatividade é uma qualidade adquirida e iniciada na infância que busca em idéias a fonte para criar novas coisas. Durante essa fase é que o potencial criativo é ou não ativado. Esse, que é a capacidade de produzir e transformar o ambiente segundo as necessidades, se desenvolve graças aos estímulos e elogios que a criança recebe de outras pessoas. 

A criatividade é uma qualidade adquirida por pessoas curiosas que buscam inspiração em informações e têm a sensibilidade de percebê-las de forma diferente. Pessoas criativas possuem comportamentos diferentes: são curiosas ao extremo, são persistentes, são bem humoradas, são independentes em seus atos e responsáveis por tais, possui rápida desenvoltura em atividades, fácil percepção, habilidade no aprendizado e ainda são grandes visionárias, já que conseguem prever as conseqüências possíveis de ocorrer em suas criações por erros ou imprevistos.

A criatividade é uma qualidade que pode também se desenvolver após a infância. Para isso deve-se adquirir hábitos como dormir no mínimo oito horas, anotar idéias que surgem no decorrer do dia para executá-las, caminhar ao ar livre, evitar locais que enfraquecem o cérebro com barulhos e excessos, traçar objetivos, utilizar o tempo ocioso a favor da criatividade, sempre fazer anotações, ser curioso em todos os aspectos. 

Como dizia Thomas Edison “Minhas invenções são fruto de 1% de inspiração e 99% de transpiração”. E ainda Bernard Shaw (filósofo) “As pessoas que vencem nesse mundo são as que procuram as circunstâncias de que precisam e, quando não as encontram, as criam”.

infinity preto.png

© 2023 por Grupo Infinity Brasil

Todos os direitos reservados

  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon