Buscar
  • William Rosa

Entenda o que é Marketing Estratégico e como colocá-lo em prática no seu negócio


Marketing Estratégico é a abordagem do marketing focada em resultados de médio e longo prazo. Consiste no estudo, desenvolvimento e implementação de ações que não se limitam às demandas atuais e que, também, buscam atender desejos e necessidades futuras do mercado. Entenda melhor esse conceito! Se você é um acadêmico ou profissional de Marketing, provavelmente deve sentir uma pulga atrás da orelha quando se depara com o termo “Marketing Estratégico”. Afinal, será mesmo que precisamos falar sobre isso? O marketing, por definição, já não é estratégico?

É verdade, mas o aparente pleonasmo não acontece por acaso. Como você sabe, Marketing é um conceito muito amplo e as ramificações da palavra são criadas para esclarecer seus princípios, suas funções, suas ferramentas e, nesse caso específico, suas dimensões.

De fato, o Marketing Estratégico descreve a verdadeira essência da área, mas é somente quando definimos todas as fases do processo que conseguimos perceber a sua importância, seja como conceito, seja como aplicação. Marketing Estratégico

Quando falamos em Marketing Estratégico, estamos pensando no médio e no longo prazo. As decisões tomadas aqui serão os pilares de toda as suas ações durante um longo intervalo de tempo, o que não quer dizer que sua estratégia não possa ser corrigida ou atualizada quando necessário.

As definições estabelecidas precisam girar em torno do objetivo principal do negócio e é fundamental que as ações selecionadas, assim como as metas e os prazos estipulados, sejam baseados em pesquisas e consultas com especialistas.

Será preciso definir etapas e seus respectivos resultados esperados, determinar os recursos que serão alocados para essas atividades, as equipes e empresas responsáveis e as alternativas para lidar com possíveis falhas ou cortes de verba.

Marketing tático

O marketing tático é um desdobramento do Marketing Estratégico no qual as pautas gerais definidas anteriormente serão devidamente detalhadas e organizadas em setores. Nessa fase, o marketing se ramificará em times diferentes como pesquisa, monitoramento, publicidade, assessoria de imprensa, internet marketing etc.

É claro que podemos criar um planejamento estratégico dentro de cada uma dessas áreas. Uma estratégia de Marketing de Conteúdo, por exemplo, depende de equipes de desenvolvimento, automação, redação, design, entre outros.

A extensão das raízes do Marketing e suas ramificações dependerão das necessidades de cada negócio, das metodologias adotadas e das empresas contratadas. Esclarecida a fase tática do processo, é preciso pensar na operação.

Marketing Operacional

De uma maneira bastante simplificada, podemos pensar o marketing operacional como o dia a dia da estratégia.

Chegamos, enfim, nas extremidades dos processos, ou seja, as “menores” tarefas que precisam ser desempenhadas para que o plano se mantenha vivo e caminhando em direção aos objetivos finais.

Observe que o Marketing Operacional é focado em resultados de curto prazo e essa é a sua principal característica.

No entanto, quando ele está inserido em um grande processo de Marketing Estratégico, essas operações de curto prazo contribuirão, em segundo plano, pelo objetivo maior previamente definido.

Por outro lado, quando trabalhamos o Marketing Operacional de maneira “desmembrada”, o que é muito comum em empresas que simplesmente replicam as ações da concorrência, a comunicação geralmente não tem muita eficiência, o relacionamento construído com o público não é sólido e os gastos desnecessários são frequentes. Texto: William Rosa

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
infinity preto.png

© 2023 por Grupo Infinity Brasil

Todos os direitos reservados

  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon